•  
  •  

Conto

Após terem estudado em aula as categorias de uma narrativa, a docente Catarina Correia abordou o estudo do conto. Desafiou os alunos do 6.° ano de Buchlern a criarem o seu próprio conto de autor, relatando acontecimentos inventados, dando assim incentivo à capacidade de imaginação e criatividade dos alunos.

Em grupos de 2 ou 3 elementos, os alunos inventaram os seus próprios contos, cujos protagonistas resultaram em jovens muito gabarolas e exibicionistas, que afinal tinham tudo menos o carinho e a atenção dos pais. Os contos inventados pelos alunos foram acompanhados sempre de boa disposição. Todos os grupos demonstraram a sua motivação desde o início da sua tarefa, relatando parte das peripécias que pretendiam desenvolver.

O resultado são cinco contos em que a imaginação floresceu.