•  
  •  

Escrita Criativa


A escrita é uma tarefa que deve ser devidamente treinada. De uma palavra, passando pela frase, pelo parágrafo até chegar a um texto passa-se por vários processos. Tira-se aqui, apaga-se ali, muda-se acolá. Assim vai sendo transformada uma ideia abstrata, que tinha sido pensada, em algo concreto, o texto.

Tivemos participação de alunos de todos os anos de escolaridade, provando que a escrita é algo que se aprende e que deve ser praticada para ser bem sucedida. Deixamos aqui vários exemplos de diferentes tipos de textos, ilustrados ou não.

O nosso eterno agradecimento aos alunos que nos acompanham nesta demanda do manter a língua portuguesa viva dentro de nós e que nos ajudam a usar a língua portuguesa como a nossa marca no mundo, bem como aos seus pais e família por compreenderem a importância da frequência dos cursos de Língua e Cultura Portuguesas. 

Abrimos a nossa exposição com Cartas de amor à Língua Portuguesa que alguns alunos escreveram e a declamação de alguns dos seus textos preferidos, passando por poesia, acrósticos e tanto mais... 

Língua ​​​​​​​Portuguesa


“Porque sou português
Porque é o meu país
Porque lá tenho praia e uma casa
 E os meus avós que me fazem feliz.”
         Tiago Bastos, 3° ano, Boudry

Para mim aprender a língua portuguesa é importante para poder comunicar com a minha família que se encontra em Portugal.
Poder ir de férias e estar em família com tios, tias, primos… e, sobretudo, com os meus avós.
Poder visitar de norte a sul o nosso país, podendo ler e compreender, através da nossa língua, as informações dos nossos mais belos monumentos.
Sendo eu uma imigrante portuguesa aqui na suíça, dar a conhecer a minha língua aqui, é um orgulho!
E poder visitar outros pais lusófonos onde também se fala o português, tais como Brasil, Angola, Cabo Verde, Macau, Guiné, Moçambique….
Para mim ser portuguesa e falar português é um orgulho!
                 Sabrina Vieira Oliveira, 8° ano, Monthey
​​​​​​​


image-10481306-9-Eduardo_Pic-d3d94.png

A língua portuguesa é muitas vezes negligenciada, apesar de ser uma das línguas mais faladas no mundo, com cerca de 270 milhões, segundo Luís Faro Ramos, Presidente do Instituto Camões, em 2019. 
Uma das várias razões pelas quais mais pessoas deveriam aprender a nossa bela língua, é o facto de que poucas pessoas, que procuram aprender uma segunda língua, escolhem o português, ou seja, só o facto de aprender esta língua, fará com que essa pessoa se diferencie das demais.
O português é também uma língua falada em vários pontos de globo, não só em Portugal, no Brasil ou em Angola, ou até mesmo Moçambique, passando também por Macau, Cabo-Verde, São Tomé e Príncipe, em Timor, e em muitos outros locais com comunidades portuguesas, Isto significa que a língua da comunidade lusófona traz a possibilidade de imersão nas mais diversas culturas. 
Para além disto, o português dá acesso a uma bagagem cultural inestimável, como por exemplo a poesia, na qual poetas como Fernando Pessoa ou Carlos Drummond de Andrade alcançaram a imortalidade; ou a música, onde podemos encontrar estilos completamente diferentes, mas todos eles belos, a título de exemplo o fado, o samba ou a bossa nova.
Todas estas e muitas mais razões fazem da nossa língua uma das mais belas do mundo, que merece muito mais respeito do que aquele que por vezes lhe é dado.
 Eduardo Santos, 12º ano, Monthey
image-10481318-9-André_Fonseca-12-Morat-8f14e.png
image-10481285-9-Bárbara_Nuvem_PLV-aab32.w640.png
Apesar de ficar frequentemente na sombra das outras línguas românicas, a língua portuguesa é igualmente importante e bela. O português é falado por cerca de 270 milhões de pessoas de diferentes continentes e culturas e eis as razões pelas quais mais pessoas deveriam juntar-se a este grande grupo.
Para aqueles que não falam a língua e que gostariam de aprender, o português é uma mais-valia. A língua de Camões é falada em mais de 9 países e poucos têm a curiosiodade de aprender, optando por línguas mais populares, sendo que o português é a quinta língua mais falada no mundo. 
Falar português seria uma vantagem na busca de emprego, por exemplo. Para além disso, seria uma ajuda grande para aqueles que gostam de viajar pois países como o Brasil, um país tropical muito apreciado pelos turistas, tem como língua oficial o português.
Para os descendentes de lusofónos ou nativos que esqueceram a língua que não têm interesse em aprendê-la, o português é mais que uma língua. Saber e estudar português dá-nos a opurtunidade de nos conectarmos com diversas culturas da Europa, África, América do Sul e Ásia. 
A língua portuguesa carrega séculos e séculos de história que deveriam ser mais apreciados. 
Os lusófonos guardam algumas das culturas mais ricas do mundo e Portugal e o Brasil são só a ponta do iceberg, há muito mais para descobrir. Para além disso, saber falar português ajuda bastante na aprendizagem de outras línguas românicas semelhantes ao português, tais como o castelhano e o italiano.
Sem dúvida que existem muitas razões para aprender português. Junte-se a nós e venha conhecê-las. 
Bárbara Santos, 12º ano, Monthey​​​​​​​

Falar é comunicar. Falar é aprender. Falar é visitar uma língua. E não há melhor língua para visitar, que o português. 
Basta serem originais! O inglês não é a única língua a aprender. É prático? Com certeza! Mas o português também é falado nos quatros cantos do mundo. Vamos lá ver… Todos conhecem Portugal e o seu Fado magnífico, os poemas profundos cantados por Amália Rodrigues. O Brasil e o seu extravagante Carnaval, as suas cores vivas. Direção África! Já viram Cabo Verde e as suas múltiplas ilhas turísticas? Que tal dar uma espreitadela a Guiné-Bissau e à sua natureza esplendida? Para Sul, temos a Guiné Equatorial e o seu panorama selvagem. Logo ao lado, perdido no meio das águas, temos São-Tomé e Príncipe e o seu clima tropical. A seguir, vem a Angola e as suas florestas encantadoras. A Sudeste, vemos Moçambique e as suas praias deslumbrantes. Na Ásia, também se fala português! Na China, temos Macau e a sua gastronomia curiosa. E por fim, vem Timor-Leste e os seus mercados exóticos.
E basta aprender português! Por que razão não experimentar? 
Serão originais, pois não há muitas pessoas com português enquanto língua segunda! Não é complicado, juntem-se a nós!
Ana Cláudia Gonçalves Bastos, 7º ano, Conthey
image-10481291-9-Diana_Pic-c51ce.png

Assim como a lua foi dormir
fiquei eu sozinho na minha solidão,
contemplando a lua do dia que
já se dava por vencida de tanto acompanhar
a minha mais barulhenta solidão.
Já ia bem alto a lua,
a qual me cobria com os seus braços
dando a esperança que eu tanto ansiava
para um novo começo.
Como o rebento que crescia
no cimento da calçada
dando esperança para
uma nova vida.

Leandro Fernandes, 7° ano, Vaduz

Port​​​​​​​ugal


image-10481309-9-Portugal,_Moisés,_7°-6512b.w640.png

image-10481315-9_Miguel_Campos_2°ano_Wolhusen-d3d94.jpg

​​​​​​​Amizade


image-10481321-9-Amigo-Martin_Marinho_6°_ano_curso_de_Sursee-8f14e.png
Quando vou para a escola 
Tenho muito que fazer 
Pulo, brinco, faço arte
Mas também quero aprender
Meus amigos da sala 
são pequenos como eu
dão risadas, são alegres 
são simpáticos e leais.
Obrigado por ser meu amigo 
Tão leal.
Quando quero falar estás disposto a me escutar
Te agradeço por ser esse amigo especial
Que demorei a encontrar
Mas nunca mais vou largar.
Somos amigos, somos tudo
Tudo que alguém pode quere,
Somos amigos e sobre tudo
Temos o amor que nos faz viver.
Sua amizade é meu diamante,
Que nos une e não terá fim,
Porque você significa muito para mim. 
Diana Aires Teixeira, Pfäffikon

Tropeçando numa escuridão de palavras, 
já esgotadas pelo tempo e entre soluços 
Se erguia novamente. 
Afastando assim os Risos amargos que outrora 
Se soltavam e que abafava 
a tristeza que os seus olhos mostravam. 
Conseguindo arrancar um sorriso rasgado 
quando a saudade trespassava a sua alma. 
Assim como a figueira que dá fruta sem flor, 
amamentava a vida com a fome de felicidade 
que trespassava a sua alma.
Beatriz Fernandes, 7° ano, Vaduz


​​​​​​​Liberdade

image-10481333-9-Rodrigo,_2.º_ano,_Tramelan-9bf31.png

A liberdade é algo que muitos ambicionam, principalmente nós adolescentes que queremos liberdades de todas as maneiras, como a liberdade de expressão. Até nos perguntamos “Será que eu posso falar!?”
Na minha opinião, liberdade significa ‘realização’, ninguém pode dizer-se livre sem sonhos. A liberdade parte de um sonho, de um desejo, de um objetivo. 
Na maior parte dos casos, necessitamos de realizar um sonho, que nasceu do nada ou que estava dentro de nós, desde sempre. O facto de o realizarmos, de decidirmos vivê-lo faz de nós alguém livre, completo...
Uma citação de que gosto particularmente: 
“A prisão não são as grades...”
Mariana Gonçalves, B2, Villars-sur-Glâne

Liberdade faz parte da vida: 
Ir passear, ir às compras. 
Bem nós precisamos da vida   
E da liberdade para 
Realizarmos os sonhos a que temos  
Direito. 
A liberdade faz-nos viver  
Dias felizes e também tristes  
E é o que eu acho da LIBERDADE  
Luana Barros, Sarnen
Liberdade
“É sentirmo-nos livres e poder brincar na rua com os nossos amigos e a nossa família.
É poder expressar o que sentimos, a nossa alegria, os nossos sonhos…”
Lealdade
Igualdade
Bondade
Esperança
Responsabilidade
Disciplina
Amor
Dedicação
Educação                            
Marco, 3° ano, Lausanne

“Ser livre de fazer o que eu quero
De ir para onde quero
Dizer o que penso
De correr num campo com flores de braços abertos”
                            Eva Gomes, 3 ° ano, Boudry

A liberdade é clara e distintamente, o respeito pelos nossos semelhantes e o respeito que os outros nos devem em função dos nossos direitos, quer seja direito de expressão, paz, integridade física e moral, segurança ou uma vida digna de qualidade. Todos estes aspetos de liberdade deveriam ser assegurados pelos governos independentemente das nacionalidades a que todos possamos pertencer. 
Todas as pessoas deveriam ter a liberdade de viver e se expressarem da forma que melhor acharem para si, mas em função dos outros também.
Nos dias de Hoje ouvimos muitas notícias sobre a ONU mais propriamente sobre problemas e integridade de asilados que liberdade procuram e muitas das vezes lhes e negada por muitos países.
Nestas situações e que mais percebo a função e o trabalho da ONU, mas que também deveria ser mais apoiada pelos diferentes países. 
Mas também deveríamos ter a noção de Liberdade mos tempos que decorrem com o corona vírus. Perdemos muitos direitos sim, mas todos temos de ter o bom senso e ajudar os nossas Estados no combate à Covid-19 mesmo que com isso percamos um pouco da nossa Liberdade.
Temos de ter a noção que com isso estamos a contribuir para que os nossos idosos não percam a liberdade e direito a vida e com isso repor o mais o breve possível a Liberdade que a todos nos pertence. 
Joana Cruz, 9° ano, Vaduz
    Para iniciar e para mim a liberdade é poder dizer, fazer atos ou pensar como nós queremos, como nós pensamos ser sermos insultados ou mesmo torturados como no tempo de Salazar, se não tivéssemos a mesma opinião que os outros. A liberdade tem limites como tudo, e ainda bem, se não o Mundo seria ainda muito pior porque o Homem pensa nele e não nos outros, com as suas palavras pode destruir outra pessoa sem ser por vezes de propósito. Se este limite não existir não se pode viver ou conviver, mas todas as liberdades, por exemplo a liberdade de expressão é um direito desde que não rebaixe, denigra, insulte ou ofenda os outros seres e formas de pensar como por exemplo a religião.
    A liberdade é “proibida”, por vezes, para o nosso bem quando somos pequenos, crianças não podemos dizer o que pensamos, porque se é uma coisa negativa e os nossos pais ficam ao corrente vão logo dizer que somos mal-educados só porque pretendemos dizer a verdade e aquilo que pensamos, acho isto mal. Devem, portanto, deixar falar para depois nos ensinarem o que é correto ou incorreto, o que bem e mal dizendo ao filho que ele todavia aprenderá. Para praticarmos determinados atos é normal que os pais nos advirtam para nos proteger, mas devem deixar os filhos cair e aprender a levantar-se, deixem a liberdade às crianças para que possam aprender a distinguir o bom do mau e que será útil para o futuro delas. Na adolescência as pessoas pedem para termos, para darmos uma opinião mesmo que pensemos que seja “negativa”, temos um carácter, mas aprenderemos em pequenos a não dizer o que pensamos se for “negativo” ou só porque não têm a mesma opinião. Como não estar, como não se sentir perdido neste paradoxo?
De novo, os pais não deixam a liberdade aos jovens em termos de certas e determinadas coisas, atos para os protegerem das más experiências, mas é assim que se aprende a viver, a liberdade permite dar lições de e na vida. Claro que devemos ter limites, mas cair é saudável para que nos levantemos mais fortes, por isso é importante dar liberdade aos adolescentes e assim aprendemos que o Mundo, que as pessoas não são todas sinceras e boas. Quando adultos devemos saber até onde vai a liberdade, mas sobretudo utilizá-la para nos exprimirmos, darmos a nossa opinião e tentar saber o que se pode ou não fazer aos outros. A liberdade é o estudo de uma vida.
    Para finalizar diria que não é fácil saber quando atingimos as fronteiras da liberdade e é por esse motivo, que eu acho que é bom pensar várias vezes antes de reagir ou falar de algo. Eu acho mesmo importante dizer o que pensamos. Temos sorte em viver num país onde isso não é condenado e é fascinante ver a variedade de opiniões, reações que há neste mesmo país. Contudo, é triste saber que em Portugal, antes de 1974, dar a nossa opinião que era contrária ao do ditador era punível por lei. É certo que a liberdade tem lados bons e maus, mas é um privilégio que todos deveriam ter, deveria ser um direito fundamental no Mundo inteiro podermos exprimir-nos e ser ouvidos sem consequências.
Letícia Albuquerque Soares, 9° ano, Aubépine

Liberdade é:
Ter capacidade de perdoar os outros e a si próprio
Voar sem ter asas
Afirmar-se
É poder abrir os braços e rodar
Pedir desculpas e abraçar
É dar um beijo com ternura
É amar alguém
É não sentir o peso do Mundo
                            Ricardo, 2° ano, Boudry

image-10481366-9-Liberdade_Andreia_Rodrigues_-_3.º_ano_-_CO_de_la_Broye_-_Estavayer-le-Lac-6512b.jpg
Liberdade. Uma palavra tão simples para um conceito tão importante. Este termo sempre foi difícil de definir. De facto, é uma noção que cada pessoa interpreta à sua maneira conforme a sua situação. No entanto, para a maior parte das pessoas, a liberdade representa algo muito importante que se deve alcançar para ser feliz. Na história, sempre foi assim; destacamos o dia 25 de abril de 1974, revolução dos cravos, em que os portugueses lutaram pela liberdade, insurgindo-se contra o governo. Esta busca da liberdade foi o que permitiu esta nossa sociedade atual em Portugal, o que só faz reforçar o seu carácter valoroso.
Pode se tratar de liberdade de expressão, de liberdade civil ou ainda de liberdade económica. Ser livre é estar exempto de restrições e de constrangimentos e poder agir conforme a nossa vontade; é não depender de nada nem ninguém. Porém, será que a liberdade não deve ter um limite? Nunca se consegue aceder à liberdade absoluta, mas será que é algo desejável? 
Na minha opinião, são precisas restrições e regras para manter uma certa ordem na sociedade. A partir do momento em que se vive em conjunto, com outras pessoas, não se pode agir conforme o nosso próprio agrade. Como diz o provérbio, “a nossa liberdade termina onde começa a dos outros”. Devemos saber por limites às nossas liberdades para respeitar os outros e para que os outros nos respeitam. A isto se chama viver em comunidade. 
É interessante salientar esta noção de liberdade na situação atual, que tem tomado outra dimensão. Há mais de um mês que estamos todos a experimentar uma outra forma de liberdade. Perdemos duma certa forma a nossa liberdade “física”, ou seja, a liberdade de podermos ir para onde quisermos quando nos apetecesse. É uma perca de liberdade temporária; estamos perante uma situação de liberdade limitada. Mas este limite é para o bem de todos. Esta situação inédita está a ensinar-nos a lidar com uma vida diferente à qual devemo-nos adaptar para o bem de toda a gente. Este nosso sacrifício de renunciar a esta forma de liberdade ajuda imensamente milhares de pessoas, tanto as vítimas como todas as pessoas que permitem a continuação da nossa vida apesar das circunstâncias.
Embora esta situação possa prejudicar o nosso estado psicológico, não nos impende de sermos felizes. Tentamos encontrar novas formas de viver sem esta liberdade física. Isto comprova que a liberdade não se quer absoluta; mas também não se quer demasiada restrita. Pertence às pessoas avaliarem quão necessária a liberdade é e a que ponto querem ser livres. 
Resumindo e concluindo, a liberdade é um conceito que foi, é, e sempre será importante para o bem de toda a gente, principalmente quando se vive em comunidade. Permite-nos expressar-nos, partilhar as nossas opiniões sem receio, e muitas coisas mais. Devemos aprender a valorizar a liberdade que temos ao nosso alcance. Mesmo quando situações nos impedem de usufruir de alguma liberdade, devemos estar prestes a aceitar de fazer esforços para o bem de todos.
Marta C. L., 11° ano, Renens


Liberdade é bonita
Ideal e
Boa para passear no dia a dia.
Em casa temos a liberdade, mas devemos
Respeitar a liberdade dos outros
Deixar livres as pessoas de quem gostamos, 
Andar e
Dar a liberdade aos outros
Estar sozinha ou com a família
Joana Santos, 12 anos, Luzern

Perspetivando sobre a liberdade
Antes de começar a falar do tema, será importante defini-lo. Eu acho que a liberdade é o direito de agir segundo as nossas vontades sem comprometer a liberdade do outro. Mas, será a liberdade tão importante e vital para o Ser Humano? Ou poderá esta ter efeitos negativos sobre a vida deste ser?
Em primeiro lugar, a liberdade não é só indispensável para o Ser Humano pois ela é necessária para todos os seres que têm vida. Cabe, ao Ser Humano, ser racional e gozar a sua liberdade sem comprometer a liberdade de qualquer tipo de ser. Por exemplo, quando o Homem captura um animal como a orca, que tem como habitat natural o oceano, o Homem perde todos os seus valores no que respeita à liberdade. É certo que o Homem poderá estar a usufruir da sua liberdade, contudo, como este animal perde o direito de nadar numa água sem fim e de se alimentar de uma forma natural, o Homem acaba, indiretamente, por violar a sua liberdade por estar a condicionar a deste animal.
Deste modo, começamos a reconhecer que a liberdade é algo de necessário para todos os seres, podendo assim, caracterizá-la como vital pois sem ela a vida não existe. Por isso, todos nós, temos de ser responsáveis na escolha dos caminhos a seguir para gozar a nossa liberdade, como forma de não desrespeitar a liberdade do OUTRO. Ter uma liberdade sem limites pode conduzir a uma irresponsabilidade.
Por outro lado, deixamos, também, de falar em liberdade quando o Ser Humano viola determinados valores subjacentes a este tema. Por exemplo, o criminoso Jesse James, que assaltou um grande número de Bancos, comprometeu e abusou da sua própria liberdade. Agiu de acordo com as suas vontades, contudo, ultrapassou o limite determinado para a liberdade pois violou a lei.
Numa outra perspetiva, a liberdade poderá ir muito além de comportamentos físicos, pois, desde o momento, em que alguém se interpõe numa reflexão poderá estar a violar a sua ou a liberdade do outro. Ou seja, quando o Homem faz juízos de valor sobre determinados comportamentos alheios poderá estar a comprometer a liberdade de todos os envolvidos.
Em suma, poderão ser várias as visões sobre esta temática. Contudo, encontramo-nos numa situação, em que toda a população mundial se vê obrigada a refletir sobre a liberdade devido ao flagelo causado pela pandemia COVID-19. Estamos assim, perante uma outra perspetiva! Continuamos a perspetivar…
Ruben Barcelos, 10° ano, Aubépine

   

O que é a Liberdade? 
A liberdade significa o direito de agir segundo a sua própria vontade e não de acordo com a vontade de outra pessoa, de forma a não prejudicar os outros. 
Para muitas pessoas a liberdade é uma coisa supérflua, que não faz sentido discutir, porque essas pessoas já nasceram numa época onde se tem liberdade, liberdade de dizer o que pensam, liberdade de vestirem o que querem, liberdade de serem o que querem… mas nem sempre as pessoas tiveram isso tudo. Para chegar onde estamos hoje, foi preciso que muitas pessoas se sacrificassem por nós. 
Por essa razão, acho que não devemos menosprezar a liberdade que temos atualmente no nosso país porque ainda há muitos países no mundo que não têm essa sorte.
Ana Rita Jorge Salgueiro, Nível B2, Peseux
Liberdade é viver num sistema onde todos somos iguais, sendo todos diferentes. Independentemente de tamanho, cor de pele, de estatuto social. 
Liberdade é viver num mundo onde podes tomar as tuas próprias decisões, onde podes escolher quem tu és e quem tu queres ser. 
Liberdade é valorizar o choro de uma criança, o sorriso de um idoso. 
Liberdade é ouvir o cantar dos passarinhos e dançar ao som do embate das ondas. 
Liberdade é dar valor ao mundo e a vida que nos é oferecido como um dom. 
Marcelo Pinto, 12° ano, Aarau

Liberdade é muito 
Importante e  
Boa para todos.  
Estar livre é uma sensação 
Radiante e  
Dá um sentimento incrível e  
Alegre. 
Desde que tenhas liberdade  
És feliz. 
Mariana Oliveira, 12 anos, Luzern
Livre como um pássaro 
Ia voar ao som de 
Barulhos relaxantes 
E golfinhos a brincar.
Riem-se sem parar
Da liberdade que têm
A liberdade é o poder 
De decidir o correto 
E o errado!
  Sara Cardoso, 6° ano, Luzern
​​​​​​​
Nasci no dia 25 de abril de 1953. Nasci sem liberdade pois Salazar governava Portugal e como tal o povo português vivia sob a ditadura. O meu sonho era ser jornalista e sobretudo ser livre. Aos vinte anos casei-me com o meu amado José. Tornei-me jornalista enquanto o José foi-me arrancado dos braços, pelo governo, para ir para a tropa.
    Semanas depois da sua partida, descobri que estava grávida. Continuei a minha carreira de jornalista ao lado da minha querida amiga Maria. Sempre fomos contra a ditadura, então decidimos escrever um artigo contra o governo. Foi mal visto a escrita do mesmo e fomos presas. O meu bebé podia nascer a qualquer momento. Tentei informar o meu amor que o nosso filho estava para chegar, mas não consegui. Na noite de 24 para 25 de abril de 1974 havia uma revolução em preparação pela e para a liberdade do povo português. Mas nessa noite, fechada numa cela com a Maria, dei à luz. O parto correu muito bem, mas naquela cela deixei a minha vida. Mas o meu filho, António, nasceu com muita saúde e poderia ser um cidadão livre!
    A Maria cuidou do António até o meu marido, o José, voltar da tropa. O meu filho seguiu a minha paixão e tornou-se jornalista, mas um jornalista livre e com liberdade para se exprimir. Ele contou como o antigo governo português me prendeu injustamente. Ele usufruiu da liberdade, felizmente, com a qual sempre sonhei, pôde votar no partido que quis e não foi arrancado à sua mulher e pôde ver a sua filha nascer. Ele viveu numa democracia!
Para mim é isto a liberdade!
Mélanie Gonçalves Santos, 10° ano, Aubépine

image-10481360-9-Diego_Ferro_3_Ano_LCP_Frauenfeld_Liberdade-e4da3.w640.jpeg

A palavra liberdade pode ser definida como o direito de agir segundo o seu livre arbítrio. Esta condição deve ser acordada a todos os indivíduos, mas, infelizmente, não é sempre o caso. Constatamos, igualmente, que a noção de liberdade é pessoal e não é a mesma para todos. 
A liberdade é um direito que deveria ser permitido a todos, mas mesmo se o período dos escravos parece ficar muito longe, o mundo é ainda hoje composto por pessoas que nunca tiveram este direito fundamental. Em 2020, o número dos escravos “contemporâneos” elava-se a 40 milhões. Estes escravos podem ser empregados, trabalhadores e todos os que são explorados. Infelizmente, os media não falam o suficiente desta questão deixando muitas pessoas na ignorância. Por isso, é preciso informar as pessoas para que sejam conscientes e para que estas práticas sejam eliminadas. 
A noção da variabilidade da essência da liberdade é também importante. De facto, toda a gente deseja ser livre, mas este conceito não é o mesmo para todos. Por exemplo, para alguns, ser livre significa apenas ficar na cama todo o dia sem fazer nada. Para outros, o conceito de liberdade é um pouco mais elaborado, como conseguir concretizar os seus sonhos. 
Concluímos que a liberdade é um direito que muitas pessoas ainda não têm no mundo atual e é uma noção que muda segundo a aspiração das pessoas. 
Ugo Pisino, Nível C1, Peseux

Liberdade de ser eu mesmo
Independentemente do que possam dizer
Bom seria viver na 
Esperança que cada ser humano
Respeitasse o próximo
Deixar-se levar pelo
Amor escondido
Dentro dos nossos corações 
Esperando para ser Libertado 
Sérgio Fonseca, 11anos, Sarnen

Na minha opinião ter liberdade é ter uma opinião livre. Há ainda muitas pessoas neste mundo que não têm liberdade e isso não é correto, porque cada ser humano é único e devia ser livre.
O facto de uma pessoa ter uma cor de pele diferente ou uma religião diferente não deveria ser uma razão para ser discriminado. 
A liberdade é para mim poder dar a minha opinião em todo o lado. 
Diogo Castelo, Berna
Liberdade é uma palavra que descreve que as pessoas, animais e outros ser vivos são livres para fazer o que querem, mas claro com algumas regras importantes. 
Antes do dia 25 de Abril de 1974 não havia liberdade em Portugal. As pessoas não eram livres de fazer as coisas que queriam. 
Na minha opinião, Portugal está melhor agora, do que há 46 anos atrás. 
Hoje em dia, se alguém tiver vontade de abrir um restaurante, uma padaria ou simplesmente abrir uma empresa, essa pessoa é livre de o fazer. 
Todas as pessoas deveriam ser livres para fazerem a vida delas acontecer. 
Fabiana Silva, 9° ano, Aarau
Para mim a liberdade é poder sair da minha casa e poder ir à escola. Também é passear, ver os meus amigos, os meus avós e os meus primos e poder abraçá-los e estar ao pé deles.
Eu perdi a minha liberdade com o Covid-19. Atualmente não se pode ver a família de Portugal e também não se pode viajar para outros países.
A liberdade é poder se exprimir livremente.
Alícia Leal da Cruz, 4° ano, Payerne
A Liberdade é quando uma pessoa pode dizer o que ela pensa.
A Liberdade é poder votar nas eleições em quem nós queremos eleger, para nos governar.
A Liberdade é as pessoas puderem fazer o que quer e ir para onde quer.
Com a Liberdade pode-se fazer demonstrações sobre os nossos princípios, como por exemplo, a Liberdade das Mulheres.
A Liberdade é quando tu podes mudar várias coisas, sem afetar os principais direitos das pessoas.
A Liberdade é quando podemos abraçar um familiar, um amigo ou um colega de escola, de forma natural e sem receios de um contágio.
A Liberdade é quando tu podes definir o teu futuro.
Ariana, 6° ano, Aarau
Liberdade é uma palavra que os portugueses conhecem há 46 anos, quando se deu o 25 de Abril de 1974, depois de terem vivido numa ditadura.
Há países e religiões onde a palavra liberdade é desconhecida. Eu fico triste em ver como muita gente é maltratada porque é tortura e crueldade tirar a liberdade às pessoas. Falo principalmente das mulheres que pedem a liberdade e a igualdade de sexos.
Eu acho que está na hora de mudarmos os nossos atos e de fazermos da nossa terra um lugar livre!
Diego Pereira, Berna

Para mim liberdade é poder sair de casa, poder ir brincar com os amigos, ir à escola para aprender e ir de férias a Portugal e visitar a minha família.
Liberdade também é poder dizer o que se pensa sem ter medo. Eu comparo a liberdade à natureza e aos animais selvagens porque são livres.
Ana Rita, 3° ano, Lausanne

Liberdade é…
A liberdade é podermos ser livres e ter a escolha de fazer o que queremos. A liberdade é ir à escola, podermos vestir o que queremos. A liberdade faz-nos sentir felizes.
Nestes tempos, toda a gente se sente um pouco presa mas, quando tudo isto acabar, tudo vai voltar ao normal e vamos voltar a ter a nossa querida LIBERDADE.
Micaela, 4° ano, Moudon

Liberdade é…
Para mim liberdade é ser livre e, poder dizer o que sentimos.
Liberdade é podermos sair à rua, brincar com os nossos amigos sem nos proibirem.
Mas, com a história do vírus há muito menos liberdade do que havia antes. Agora temos de ficar em casa e quase não podemos sair até à rua.
Mas, vai ficar tudo bem. Depois, vamos ter a liberdade toda que tínhamos antes e vamos ficar todos felizes.
Diogo, 4° ano, Moudon
image-10481363-9-Salomé_Machado_3_ano_LCP_Frauenfeld__Liberdade-aab32.w640.jpg
Salomé Machado, 3° ano, Frauenfeld

A Liberdade para mim é poder escolher o que eu quero fazer um dia mais tarde e poder escolher o meu futuro.
A Liberdade é dizer sim ou não às injustiças, poder partilhar as minhas ideias e sentimentos e poder escolher a minha religião sem que as outras pessoas fiquem zangadas.
A Liberdade também é poder brincar com os meus amigos e familiares.
Joel Babosa, Berna

Eu, quando perguntei a mim mesmo sobre esta pergunta, também não consegui responder, não sabendo o que é que a palavra Liberdade significava para mim. 
Depois de pensar algum tempo e sem ter encontrado uma resposta, perguntei à minha mãe o que é que significa a palavra Liberdade. 
Ela respondeu-me que Liberdade é saber pensar antes de falar, é saber refletir antes de agir, é saber ocupar o meu espaço, sem obstruir o dos outros. 
Mas sem saber qual era o meu significado de Liberdade, não consegui concordar com a minha mãe, mas eu respeitei a sua resposta, porque isso é uma das muitas liberdades que nós temos: a liberdade de expressão. 
Eu acho que existem muitas formas de liberdade, como também existem muitos significados que lhes podemos dar.
Kristian Pinto, 9° ano, Aarau 
Liberdade é quando nos podemos expressar sem medo, assumir quem nós somos, ser totalmente capazes de perdoar e amar sem esperar nada em troca.
Margarida, 4° ano, Lausanne
​​​​​​​
Da palavra Liberdade eu percebo vários significados:
- Eu sou livre de fazer o que eu gosto e não sou obrigado a fazer o que os outros dizem. Eu sou livre por isso faço o que eu quero!
- Outro significado que eu percebo na palavra Liberdade é da parte dos pais. Os meus pais deixam-me passar o meu tempo livre com os meus amigos e não ocupam o meu tempo livre.
- O que eu também percebo da palavra Liberdade é ter tempo livre para mim. Ter tempo para pensar na vida, nos problemas e no futuro. Este vírus que anda pelo mundo, tira-nos muita Liberdade. Prende-nos dentro de casa n ao nos deixa estar livre lá fora com os amigos, mas sim à distância. 
O vírus é tão perigoso que nem a escola podemos frequentar. O meu maior desejo é que volte tudo à normalidade para termos a nossa Liberdade de volta.
Juliano Dias, 7° ano, Sägenbuch

Liberdade é…
Para mim a liberdade significa poder brincar, jogar, ter amigos e ir à escola. Devemos também ter liberdade para dar a nossa opinião em casa e na escola sem maltratar ninguém.
Para mim liberdade é isto, mas sei que muitas pessoas não consegues ter liberdade porque estão dependentes de outras pessoas.
Rafaela, 3° ano, Morges

Mit Padlet erstellt
Liberdade é o que queremos
Independência em primeiro lugar
Batalhar pelos nossos direitos e
Exigir igualdade 
Revolução que houve no nosso país no
Dia 25 de abril de 1974 e que criou
Alegria que se vive hoje e que
Domina todo o nosso país
Enquanto em outros países se vive infeliz
Joana da Silva Milagre, 13 anos, Sarnen

A liberdade para mim significa sentir-me bem, não ter ninguém a dizer-me o que tenho de fazer. Poder tomar as minhas decisões, ser livre de escolher o meu caminho, a minha religião. Poder fazer e dizer o que quero sem ninguém me julgar. Isto para mim é liberdade!
Infelizmente, há ainda muitas sociedades do globo onde as mulheres não têm direitos. Eu gostava muito que todas as mulheres tivessem liberdade.
Todas as mulheres deviam ter os mesmos direitos que os homens.
Lara Pereira, Berna

Liberdade já devia ser respeitada há muito tempo 
Impressionante como a liberdade não era respeitada!  
Bem, espero que a liberdade nunca acabe  
Esqueço-me que antes do 25 de Abril a vida era muito pior do que aquilo que, hoje, eu digo ser mau.
Realmente, nem acredito,  
Devia ser muito triste quando as pessoas não tinham liberdade.  
Antes de as pessoas terem liberdade, tinham de ter muito cuidado com o que diziam.  
Digamos que eram outros tempos, mas, mesmo assim,  
Era muito difícil quando não havia liberdade.  
Íris Postiga, 11 anos, Sarnen  
Liberdade é…
Não estar entre quatro paredes.
Sentir o barulho do mar.
Correr num campo de papoilas.
Ser livre para abraçar aqueles que amamos, sorrir e ser feliz.
Jennifer, 2° ano, Morges

A Liberdade é algo que todos querem. Principalmente os adolescentes quando chega a fase de querer sair com os amigos, de querer ter a Liberdade de expressão e querer a Liberdade de todas as outras maneiras, mas a Liberdade não é só isso! 
    Quando falamos da Liberdade muitas pessoas, principalmente os adultos, irão se lembrar do dia 25 de abril. Um dia extremamente importante para o nosso país, Portugal.
    A revolução de 25 de abril de 1974 que também é conhecida como revolução dos cravos ocorreu a 25 de abril de 1974. O cravo vermelho tornou-se o símbolo desta revolução. 
    Em Portugal foi instituído um feriado nacional nesse dia, ao qual foi dado o nome “Dia da Liberdade”. Mesmo tendo Liberdade temos de nos agarrar a alguma coisa, pode ser um emprego, pode ser um casamento ou simplesmente uma cidade que conseguimos abandonar. 
    A Liberdade plena seria a de não se agarrar a coisa nenhuma. Para seguir em frente e conquistar certas coisas temos de nos agarrar a alguma coisa porque só com a Liberdade não vamos a lado nenhum. 
Kevin Bernardo, 8° ano, Mattenhof

Liberdade deveriam ter todas as pessoas
Impossível já não é, pelo menos
Bom dia dizer...
Embora tenhamos que sair quando a
Rua estiver vazia, vou
Dar um ramo de flores enquanto
A Liberdade esteja comigo.
Diz-me que vai ficar tudo bem
E que todos gozarão a Liberdade
Lara Gonçalves, 12 anos, Sarnen

image-10481339-9-Liberdade_é_-_4°-8f14e.w640.jpg

Para mim, a liberdade é quando eu posso fazer o que quero. Sou livre, como diz a palavra, posso dizer o que quiser e não dependo de outros. Para mim a liberdade não é apenas o que se diz ou se faz.
Quando estou na praia, no campo ou numa floresta também me sinto livre, porque eu oiço os sons da natureza à minha volta.
Lucas Albuquerque Prazeres, 11° ano, Berna

Para mim, a liberdade é o facto de podermos expressar as nossas opiniões livremente sem nenhuma consequência, bem como podermos agir segundo a nossa própria vontade, desde que não se esteja a infringir a lei ou a prejudicar outras pessoas. 
Hoje em dia, as pessoas são livres e já não precisam de lutar para o ser. Eu não imaginaria viver num país que estivesse em ditadura onde as pessoas não fossem livres de expressar a sua opinião.
Diogo Sousa Rocha, B2, Villars-sur-Glâne

É poder ser criativo, sem restrições
É fartar-se do comum 
É ir descobrindo novas possibilidades
É ir descobrindo gostos que nunca imaginamos ter
É ser-nos permitido ir aprendendo e rescendo ao próprio ritmo
É encontrar a própria paz física e mental
É estar em sintonia com os outros, com o meio ambiente
É respeitar e ser respeitado
É escolher sem ser obrigado 
É soltar as amarras que nos prendem e não deixam voar...
Liberdade é um direito de todos nós
Mas nem todos dele, por causa dos outros, podem usufruir!...
Bruno Rafael Ferreira, 11° ano, Winterthur

Para mim, a liberdade é, de certa maneira, o que não tenho agora por causa do novo coronavírus. Pois, neste momento, estou fechado em casa e a respeitar as regras de confinamento. 
Não posso brincar com os meus amigos, não posso ir a sítios de que gosto, não posso ir para a escola, não posso ir visitar os meus avós, nem brincar com os meus amigos ou passear com o meu cão.
Mas, mesmo em casa, tenho alguma liberdade que antes não havia, como por exemplo: Beber coca-cola, ver televisão, exprimir-me e rir livremente.
Em poucas palavras, aqui esta o que é para mim a liberdade!
            Diogo Teixeira, 4 ano, La Sarraz

Para mim, a liberdade é um direito básico que deve ser de todos. É ter a oportunidade de me poder manifestar livremente, para expressar a minha opinião, os meus desejos, as minhas escolhas.
Nos primeiros anos da nossa vida quase não fazemos escolhas. Não escolhemos como vamos nascer ou como vamos ser. Não escolhemos a cor da pele, dos olhos ou do cabelo. Não escolhemos a nossa saúde a nossa força ou a nossa maneira de andar e falar. E não escolhemos a família ou tão pouco o lugar onde crescemos. Não escolhemos quase nada, e às vezes é tão bom ter a liberdade de não ter de escolher! 
Com o passar do tempo começamos a ficar cada vez mais velhos e a ter de escolher. A roupa, os amigos, o clube, o desporto, o partido político, o primeiro carro, a universidade, o primeiro trabalho... será isto a liberdade?
Rita Sousa, 7° ano, Chateau d‘Oex
Haverá alguém que não quer ser livre?
O natural do ser humano é ser livre. 
O Natural da Natureza é ser livre.
Porquê então tão pouca liberdade neste nosso mundo?
Somos livres de não virar a cara às injustiças.
Livres de usar a neutralidade como caminho de diálogo.
Somos livres de calar as armas com cravos coloridos.
Somos livres de apanhar a flor que encontramos no nosso caminho. Mas, também temos a liberdade de a deixar ficar para que outros possam ver a sua beleza.
Tenho esperança de que um dia destes a humanidade entenderá que liberdade é o único caminho.
Acabar com o egoísmo de querer racionar a liberdade.
Livre de dizer não.
Livre de abrir as mãos e repartir.
Livre de dizer sim.
Livre de sair, subir o monte e cantar bem alto:
- Eu sou livre!
Continuo a pensar: - Será que há alguém que não o queira ser?
Livre!
Miriam Niederhauser, Davos
Para mim, liberdade é poder fazer o que quiser, sem estar sob o controlo de alguém. Seja ele governo, família ou amigos. É poder expressar-me ao mundo da maneira que quero, sem interferir na liberdade dos outros. 
Significa também sermos responsáveis pelos nossos próprios atos, pelas nossas ações e atitudes. 
A liberdade deveria ser um direito de todos, embora, infelizmente, isso não aconteça em muitos países. 
VIVA A LIBERDADE!
Adriana G. Fernandes, 10° ano, Chateau d’Oex

Liberdade
Salazar era um ditador
e todos lhe tinham respeito
foram anos de terror
e ninguém gostava de viver desse jeito.
A liberdade foi conquistada 
e todos temos esse direito
mesmo sem recorrer à espingarda
colocámos o cravo ao peito.
David Matos, 5° ano, Estavayer-le-Lac
Para mim, liberdade é poder agir livremente, de acordo com as leis, mas sem que ninguém nos impeça de fazer o que queremos.
Diana Fernandes, 5º ano, Estavayer-le-Lac
Para mim, liberdade significa ser livre. Livre para sair de casa, estar com os meus amigos e com a minha família. Livre para ir à escola e até sair do país.
É neste momento, em que estamos confinados à nossa casa, que valorizamos ainda mais a liberdade, porque ela nos foi retirada.
Infelizmente, ainda há muitos países onde as pessoas não têm liberdade para falar o que pensam ou para vestirem o que querem ou até para sairem do país onde vivem...
A liberdade pode ser retirada de muitas maneiras, como quando algém é preso, ou fica numa cadeira de rodas e até mesmo os animais ficam sem liberdade, quando são capturados e colocados em jaulas.
Como é bom ser livre e desfrutar da liberdade!
Euriko dos Santos, 5° ano, Rolle
image-10481342-9-Liberdade,_Marta_Macedo_Teixeira,_6°,_Buchwiesen-8f14e.JPG
Liberdade é podermos fazer tudo, mas sem ultrapassar os limites e as regras
Liberdade é ser obrigada a fazer algo, mas não o fazer porque assim o decidi
Liberdade é a felicidade, a alegria e a leveza 
Liberdade é poder sair de casa, andar pelas ruas e embrenhar-me na natureza
Liberdade é viver sem medo e em paz, sem ser constantemente manipulada
Liberdade é vestir-me com as roupagens que quero, sem julgamentos
Liberdade é poder expressar-me sem correntes sociais 
Há verdadeira liberdade? Não!!
Temos leis e os outros para respeitar...
Temos de dar e receber!
Beatriz Ferreira, 11° ano, Winterthur

A liberdade é uma das coisas mais bonitas, pois fazemos o que queremos e o que achamos correto.
É incrível de que só nos damos conta de quanto nos faz falta quando não a temos.
Nestes dias em que tenho estado em casa sem poder sair, estar com os meus amigos e nem poder jogar à bola é que me dei conta como é triste não ter liberdade.
O que foi mais triste para mim foi ver o sol e nem poder sair para a rua e jogar à bola, pois os meus pais não me deixaram.
Espero que depois disto, toda a gente dê valor à liberdade e fiquemos todos bem.
Beatriz Santos, Schlieren

Liberdade... Que significa?
Pode ser um pássaro que voa pelo horizonte e mar sem fim
Pode ser uma criança a lambuzar-se de chocolate e a mãe a ralhar-lhe
Pode ser um velhinho a caminhar até ao lugar favorito desde a infância
Pode ser um pescador a pescar tantos peixes e estes a rabiar
Pode ser um jovem a sair de casa para ir morar com os amigos ou sozinho 
Pode ser uma mãe a ralhar ao filho para ele arrumar o quarto
É passear pela floresta, a pé, ou à beira-mar
É, na floresta, ouvir os pássaros a cantar, vê-los a voar, a apanhar comida
É não ter de estar a pensar no dia de amanhã
É levar as coisas como são, um dia de cada vez
É ser gaivota atrevida a roubar bolas de berlim na praia
É ser a maré e a gaivota que chateia os salva-vidas
É agir, mas sem impedir os outros de o fazer...
Liberdade é tudo e nada
Liberdade é viver uma vida digna no respeito pelos outros...
Beatriz Ribeiro Farinha, 10º ano, Winterthur
Liberdade, para mim, é poder ter direito à minha opinião, poder expressar-me sem ser julgada. Liberdade é ser como somos sem nos sentirmos oprimidos, é podermos escolher o que desejamos da vida.
Lara Fernandes, 6° ano, Wettingen
            A liberdade, para mim, é muito importante porque podemos dizer o que queremos e quando queremos. Liberdade é também podermo-nos divertir e estar com outras pessoas. Liberdade, para mim, é poder ter opinião de tudo e sobre tudo sem ter medo de sofrer represálias.
               Viva a liberdade!
Diego de Araújo, 5° ano, Zollikon 

No meu ponto de vista defino a liberdade em dois pontos, o individual e o coletivo, ou seja, a minha própria liberdade e a liberdade em conjunto com
outras pessoas.
Para mim, ter liberdade é poder dizer a minha opinião, mas não esquecendo o respeito.
Por mais que os pensamentos sejam livres, por respeito aos outros, por vezes, as palavras mais presas devem ficar.
Adriana Pereira Miranda, 9° ano, Grünau

Liberdade é ser livre de tudo
Impossível! Liberdade é 
Bem precioso. Liberdade é fazer tudo o que queres 
E muito mais. Liberdade faz
Rodopiar o teu corpo 
De um lado para o outro. Liberdade
Ajuda-te a saber o que é correto e o que é errado
De forma diferente. Acredita 
Em LIBERDADE
Gabriel Nunes Sá, 5° ano, Luzern

“É muito difícil explicar a liberdade, porque cada pessoa tem sua definição.
Para mim, a liberdade é fazer o que nós quisermos desde que não prejudique o próximo, é ser quem nós quisermos ser sem ter de ouvir julgamentos, é dizer o que nós pensamos sem ter como objectivo ofender os outros.
A liberdade tem limites e quem não os respeitar às vezes perde-a e vai para a prisão. Cabe a cada um guardar a sua liberdade.
O 25 de abril foi MUITO importante porque nos unimos para conquistar esse tesouro tão precioso que é a liberdade. À medida que o tempo vai passando, temos cada vez mais liberdade, sobretudo nós mulheres, mesmo sabendo que ainda em 2020 certos paises dão menos liberdade e valor às mulheres.”
Joana Rodrigues, 6° ano, Payerne

“A liberdade é como o oxigénio, não dá para viver sem ela, pois ela faz com que a nossa vida tenha mais sentido.
A liberdade é como um alicate que pode cortar a corrente de aço que te impede de seguir os teus sonhos, de poder gritar de alegria ou tristeza, de seguirmos o que nos convém.
Sem liberdade não há vidas bem vividas, nem felicidade, nem amor.
A falta de liberdade é como um reino reinado pela tristeza e pela insegurança.”
Diogo da Silva Gomes, 6° ano Payerne

image-10481810-9-Liberdade,_Diogo,_8_Bulach-d3d94.png

25 de Abril

Neste dia de liberdade
ouvem-se cantos e gritos
que são gritos de verdade
de respeito e fim dos mitos
A luta foi longa e dura
alguns se perderam
mas como diz o ditado:
água mole, pedra dura
tanto bate até que fura.
O silêncio acabou,
o povo cansado lutou. 
Lutou pelo fim do silêncio
E a ditadura terminou.
Xavier Moutinho, Berna


“A liberdade é um grande tesouro. Sem ela não teríamos o direito de ler o que quiséssemos. Não teríamos o direito de escolher a nossa roupa, os nossos sapatos e o que veríamos na televisão. Teríamos de ver todos a mesma coisa, falar só do que nos deixassem e se fosse assim não teria piada nenhuma. Imaginem se só pudéssemos ver uma série, e se só se pudesse falar disso? Perderia rapidamente o interesse. 
Se as meninas só pudessem praticar a dança, se maquilhar, usar salto alto e não pudessem correr, brincar e, ainda por cima, tivessem de limpar a casa e cozinhar. Seria uma grande injustiça, pois não havia liberdade. E os rapazes? Se só pudessem jogar futebol, ir à escola e ir ao exército? Não poderiam ver as famílias. E se tivéssemos de ir a escolas separadas? Tinham todos que fazer o que lhes diziam, pois não tinham liberdade.
Nós temos liberdade e temos muita sorte por termos este tesouro. Podemos ver as séries e os filmes que queremos, ler os livros que queremos, jogar com as outras pessoas, podemos votar e tantas outras coisas. O que é que nós faríamos sem a nossa querida liberdade?”
Ana Catarina Freitas Couto, 6° ano, Moudon

A liberdade significa o direito de agir, de fazer o que nos apetece e quando nos apetece. A liberdade também é não depender de ninguém. De fazer as tarefas com autonomia. A liberdade é também poder falar do que queremos. A liberdade é, em algumas palavras, viver a nossa vida e fazer o que nos apetece.
Jessica, 7º ano, Porrentruy

Liberdade é quando podemos fazer o que queremos como ir à rua ou a piscina, falar com os amigos... Mas não é bom quando a liberdade nos falta, como neste momento em que não podemos ir à rua por causa do coronavírus.  
A liberdade é ter, também, o direito de falar o que pensamos e de dar a nossa opinião em tudo.
Rodrigo, 7º ano, Les Breuleux

Para mim a liberdade significa o direito de poder pensar, falar, escolher, agir, segundo a nossa vontade. A sensação de estar livre é não depender de ninguém nem de opiniões e ideias de outras pessoas. 
A liberdade é sinónimo de independência. Quando somos livres temos de ter consciência das nossas escolhas, decisões e atos. Sermos livres não significa que podemos quebrar as regras impostas pela lei. Quando somos livres temos o dever e a obrigação de sermos responsáveis pelas nossas ações. 
A liberdade, para mim, é um sentimento de leveza e segurança.
Lucas, 7º ano, Courtepin

Liberdade é ser livre de tomar as nossas próprias decisões.
Liberdade é ser livre de expressar os seus sentimentos.
Liberdade é sermos nós próprios mesmo que isso seja ser diferente.
Daniela, 4º ano, Morat
Liberdade significa sermos livres. Poder fazer o que se quer sem prejudicar as outras pessoas.
Liberdade é podermos caminhar livres, viver com a família e os amigos e podermos festejar aniversários e festas sem problemas.
Liberdade é não ter medo das palavras e de dar um abraço.
Liberdade é sermos felizes.
André Rebelo, 8° ano, Mattenhof

Liberdade significa o direito de agir como, por assim dizer, o seu livre arbítrio, de acordo com a própria vontade, desde que não prejudique as outras pessoas ao seu redor e fique dentro dos limites da lei.
 É a sensação de estar livre e não depender de nada e ninguém. 
Liberdade é também um conjunto de ideias liberais e dos direitos de cada pessoa, seja criança ou adulto; é ter a liberdade de se expressar como se quiser e ter a sua própria opinião, sem ter consequências.
A palavra liberdade tem origem da palavra em latim libertas. 
Clara Mendes, 7° ano, Aarau

Liberdade é
Ir para onde queremos 
Brincar quando queremos 
Em casa e na rua
Rir com os amigos
Deixar de ter medo e ir á 
Aventura e
Descobrir coisas novas 
E raras
Vivi, 5° ano, Luzern

A liberdade é quando "nada te impede de fazer o que tu queres ou dizer o que tu pensas". 
Há países em que a liberdade não existe porque existem presidentes, ditadores que não a aceitam criando assim leis e regras que proíbem as pessoas de viverem ou dizerem aquilo que pensam porque muitas vezes vai contra esses mesmos governantes. 
Em Portugal celebramos o 25 de Abril porque foi em 1974 que começamos a conhecer a liberdade. 
As pessoas são mais felizes quando são livres, assim como os animais. 
Liberdade traz também responsabilidades e é preciso saber usá-la sem ferir os direitos das outras pessoas.
Ter liberdade para fazer algo sem se preocupar com o que os outros pensam ou dizem e ter liberdade para participar nas escolhas do meu país para puder viver como eu gosto, livre e feliz. 
Xavier Moutinho, Berna

Liberdade significa o direito de agir segundo a sua própria vontade desde que não prejudique outra pessoa. É a sensação de não depender de ninguém. Eu considero-me um cidadão livre porque tenho direito as minhas escolhas e liberdade de expressão.
Filipe, 3º ano, Morat


image-10481348-9-Liberdade_Constança_Videira,_6°_-_Kloten--aab32.w640.jpg
liberdade, para nós, é fazer o que quisermos, ter liberdade de expressão, ir para onde quisermos, não ter de viver preso num quarto ou numa sala.
Para os animais, é o que nós chamamos de ser selvagem, viver onde quiser, comer o que quiser e defender-se da forma escolhida.
Mas a liberdade também tem pontos iguais para todos:
Decidir que caminhos seguirmos, ter escolhas e gostar de quem quisermos gostar.
A liberdade é uma coisa que temos sempre, pouco importa a situação:
Um pobre é livre de tentar ganhar dinheiro.
Um rico é livre de guardar o que tem.
Um animal é livre de fugir do dono.
Nós estamos em casa e mesmo assim somos livres de fazer o que quisermos nela. Um prisioneiro é privado de liberdade, mas pode dormir no chão em vez de dormir na cama da sua cela. 
Assim, todos somos livres, embora de maneiras diferentes, mas isso não nos impede de sermos felizes, fazer o que queremos estando conscientes das consequências.
Lucas, 6º ano, Morat

Liberdade para mim é quando uma pessoa pode pensar e dizer o que quer, sem ter uma punição. 
Liberdade também é quando as pessoas podem fazer e vestir o que querem e como querem. Essa independência só pode ser conquistada se algumas pessoas deixarem de ser ditadoras e de pensarem só nelas próprias. Assim todos poderemos viver em liberdade, sem medo e em paz.
Sara Rodrigues, 11° ano, Luzern

A liberdade para mim significa ser livre de fazer o que quero, quando quero e onde quero.
Na minha opinião, liberdade é ter o direto de pensar e escrever o que me vai na alma.
Além disso é poder expressar os meus sentimentos através da arte, como por exemplo, atuar. 
Não me posso esquecer da importância de poder frequentar a escola, de poder ter as minhas crenças, a minha religião e de poder escolher a minha profissão ideal.
Viva o 25 de Abril!
Raquel Nascimento, 11° ano, Sursee

Liberdade significa o direito de agir de acordo com a própria vontade, desde que não se prejudiquem outras pessoas.
Liberdade é a sensação de estar livre e de não depender de ninguém.
Liberdade são direitos de igualdade: direito à saúde, à educação, à cultura, ao trabalho, à greve, à reforma, à justiça e direito à liberdade religiosa.
Lara Nogueira,7° ano, Wolhusen
Liberdade, uma palavra que define o nosso direito de agir de acordo com a nossa própria vontade. A liberdade exprime-se em várias matérias. Existe liberdade de expressão, liberdade de religião, liberdade de pensamento, liberdade de associação, liberdade de reunião, … Todas essas liberdades fazem parte dos nossos direitos enquanto pessoa.
A liberdade faz grande parte da história do nosso mundo. Ela esteve e continua a estar presente em todos os conflitos porque lutamos para a conquistar. Ao longo da nossa história, já conseguimos conquistar muitas liberdades. O dia 25 de abril de 1974 mostra essa luta.  O nosso povo lutou contra a ideologia de Salazar, lutou para conquistar a sua liberdade, lutou para que Portugal se tornasse num grande país. 
Com o direito ao voto universal, a liberdade permitiu a evolução de muitos países, pois todos ganharam o direito de poder votar, quer fosse homem, mulher, rico ou pobre. Com estes exemplos, entre muitos outros, a liberdade veio mostrar que todos nós temos o direito de sermos nós próprios e termos o nosso próprio pensamento.  
Esta palavra está em todas as línguas e histórias do mundo e esperemos que nunca desapareça da nossa história. No entanto, infelizmente, ainda temos de conquistar e lutar muito para todos termos uma liberdade completa. 
Beatriz, 11.º ano, Tramelan

Existem vários tipos de liberdade. Na minha opinião estes são os principais:
Em primeiro lugar a liberdade do homem se exprimir como tal e em sua totalidade, como por exemplo na religião, podendo ser católico, muçulmano, etc.  
Depois ainda há a liberdade política que se vive numa democracia, onde o povo pode influenciar as decisões do estado, mas principalmente pode discutir com outras pessoas sobre assuntos políticos, em público, sem ser preso.
A meu ver hoje em dia há muita liberdade. Muitas vezes as pessoas nem se apercebem disso porque não conhecem a vida de outra maneira. A verdade é que há uns anos não havia tanta liberdade e em alguns países ela continua a ser bastante limitada. 
Juliana Correia, 11° ano, Luzern

A liberdade é uma condição de várias expressões com a qual o ser humano se confronta diariamente e pela qual tem lutado numa sociedade regida por normas, deveres e direitos.
A liberdade pode ser uma escolha, para isso aquele que tiver conhecimento poderá decidir pela melhor opção, mas com a liberdade vem a responsabilidade, pois tudo o que fazemos livremente tem as suas consequências.
Mariana Abreu, 6° ano, Sursee


image-10481351-9-Soraia_Fernandes,_8°_ano,_Wolhusen-8f14e.jpg
​​​​​A palavra Liberdade pode significar muita coisa, mas para mim significa, acima de tudo, independência.
Há pessoas em certos países que não têm essa oportunidade, de viver em liberdade. Foi o caso de Portugal, nos tempos da PIDE.
Ser independente é poder fazer aquilo que se quer fazer e poder discutir aquilo que se quer discutir.
Ana Gomes, 11° ano, Luzern

Para mim liberdade é poder fazer o que se quiser, poder tomar as suas próprias decisões.
Para mim só se ganha liberdade quando uma pessoa acaba de trabalhar, porque enquanto trabalha tem de fazer o que o chefe manda.
Enquanto se anda na escola, também tem de se obedecer aos professores e quando as pessoas ainda moram com os pais têm de lhes obedecer. 
Filipe Gonçalves, 9° ano, Sursee

Liberdade para mim é ser livre com tudo e em tudo o que nós temos. 
Alguns pensam que só podem obter liberdade se forem ricos, mas isso não é verdade. Muitas pessoas podem obter liberdade sem serem ricas. Outros pensam que podem fazer o que querem a qualquer hora, mas isso também não é verdade. É preciso respeitar sempre os direitos das outras pessoas.
Liberdade é uma palavra que se pode usar em diferentes situações, como liberdade de expressão, de decisão, de escolha, etc.
 A liberdade também pode ser descrita como uma força forte que não se consegue controlar, é um instinto que nós sempre temos dentro de nós, mas com o qual por vezes não sabemos o que fazer. Devemos ficar felizes porque estamos vivos para sentir esse instinto de liberdade! 😊
Pedro Souza, 9° ano, Luzern

Em algum sentido, liberdade não tem regras...
A liberdade tem diferentes significados para diferentes pessoas.
Liberdade é uma palavra muito usada em Portugal, por causa do dia 25 de Abril.
Liberdade para mim significa ser livre de fazer o que eu quiser sem os meus pais me dizerem algo.  A liberdade dá-me mais alegria e sinto-me mais eu própria.
Ana Beatriz Costa, 9° ano, Sursee

Liberdade quer dizer a pessoa sentir-se livre; “livre” de qualquer coisa. 
Liberdade é a sensação de ser livre e de não depender de ninguém, é estar em
paz consigo próprio e ter aquela sensação íntima de prazer e bem-estar que só 
sentimos quando alcançamos a sintonia entre os nossos valores.
A Liberdade dá alegria e faz concretizar os verdadeiros sonhos! 
Jéssica e Vanessa Pereira, 9° e 7° anos, Sursee
O que é liberdade para mim? 
Liberdade é uma palavra muito grande, eu sei, mas o que significa para mim? 
Boa pergunta... Eu nunca pensei muito nessa palavra nem no que ela significa para mim. Mas, vejamos:
•    Liberdade para mim é não ter medo de ser eu, não ter medo de ser aberta e poder ser quem eu quiser.
•    Liberdade para mim também é ser livre e poder realizar os meus sonhos.
Liberdade é uma palavra muito grande, para mim significa ser feliz e fazer o que eu quiser fazer. ¨
Soraya Pinheiro, 7° ano, Luzern

Liberdade para mim é poder fazer o que se quer, sem ter ninguém a dizer-nos o que fazer; podemos decidir, só mesmo nós próprios.
No 25 de Abril em Portugal, a Liberdade consistiu em as pessoas poderem começar a dizer o que queriam sobre o governo, porque até ali não podiam. 
Um exemplo pessoal de liberdade foi quando tomei a decisão de ir para a Kanti. Os meus pais podiam ter-me obrigado a ir, mas eles deixaram-me decidir se eu queria ir ou não.
Liana Duarte, 7° ano, Luzern

A definição da palavra liberdade está diretamente relacionada à independência, ou seja, à sensação de ser livre e de não depender de ninguém.
Liberdade é o direito que qualquer cidadão tem de agir sem coerção ou impedimento, segundo a sua vontade, desde que dentro dos limites da lei.
Liberdade sem juízo é pólvora em mãos de menino.
Tatiana Oliveira, 7° ano, Luzern
A Liberdade é muito importante para a humanidade poder dizer o que acha, o que está certo e o que está errado.  Essa é a liberdade de expressão e é uma lei em muitos países.
Para mim é bom ter liberdade, poder falar com as pessoas para discutir problemas e chegar a uma conclusão.
Em Portugal muita coisa era diferente antes do dia 25 de Abril do ano de 1974. Antes desse dia não havia liberdade. 
Martin Marinho, 6° ano, Sursee

Para mim a liberdade é um direito de todos nós, mas também é um privilégio do qual nem todos podem desfrutar.                                                                    Aprender a valorizá-la e respeitá-la é a maior das aprendizagens na vida, principalmente a ideia de que a liberdade apenas existe enquanto a nossa não interferir com a do próximo, mas sim a respeitar, porque liberdade significa responsabilidade.               Nós vivemos num país onde a liberdade existe, mas temos de continuar a lutar para ela continuar a existir.
Viva a liberdade!
Lara Cruz, 7° ano, Luzern


Ainda eu não era nascido quando há muitos anos atrás, há 46 anos, se deu o 25 de Abril, dia em que os portugueses puderam falar sem medo, com a liberdade de escolha, mas, claro, com o respeito ao próximo.
Neste ano de 2020 muitos são aqueles que, não vivendo em 1974, o ano da revolução dos cravos, talvez tenham entendido um pouco o que ela significou. É que, devido à quarentena por Covid-19, devido a esse vírus invisível, mas muito presente na saúde das pessoas, fomos obrigados a manter distância, a sermos cuidadosos, a viver um pouco em isolamento. Mas acreditamos que amanhã será melhor!...
Depois do ano de 2020, ano de reflexão sobre a vida, quando voltarmos ao normal do dia a dia, acredito que nada irá ser como antes, mas iremos agradecer, sentir e querer sermos livres e sermos felizes. Para isso bastarão as pequenas coisas da vida, abraçar, ajudar, dar afeto, dar valor ao tempo que passamos com as pessoas.
Um vírus pode lançar a dúvida pelo mundo todo, não sabemos se iremos voltar a ver e abraçar quem mais gostamos. 
Ser livre é dizer sempre o que sentimos, sem magoar ninguém. 
…Sejam felizes e espalhem sorrisos Livres!...
Lucas Marinho, 6° ano, Sursee
Liberdade para mim é poder ir para onde eu desejar, fazer aquilo que eu quero quando eu quero, mas sempre dentro das normas que a sociedade criou. 
Liberdade é poder ouvir e fazer uma música sem ter qualquer problema com alguém. 
Liberdade é poder estar com a minha família e viver em tranquilidade. 
Liberdade é estar bem comigo mesma e com aqueles que me rodeiam. 
Liberdade é tudo o que eu desejo àqueles que sofrem de opressão numa sociedade triste e sem felicidade.
Diana Neto, 6° ano, Sursee

A liberdade é uma condição de várias expressões com a qual o ser humano se confronta diariamente e pela qual tem lutado numa sociedade regida por normas, deveres e direitos.
A liberdade pode ser uma escolha, para isso aquele que tiver conhecimento poderá decidir pela melhor opção, mas com a liberdade vem a responsabilidade, pois tudo o que fazemos livremente tem as suas consequências.
Mariana Abreu, 6° ano, Sursee


Despedida


Aquele dia

Quando me mostraste esta melodia,
Até te disse que já a conhecia.
Tu ficaste admirado e contente. 
A cumplicidade era evidente.

Falávamos horas e horas durante o dia,
Um sentimento chamado amor nasceu.
Sonhávamos ir ao Japão, à Ásia:
Comer, passear e visitar um museu.

Contigo, vivi uma ótima vida, 
Mas a dor de não te poder ver
Deixava-me uma imensa ferida.
Hoje em dia, de mim, tu não queres saber…

Laura da Cunha Alves, 10° ano, Aubépine

Esperança


A Luz no fim do túnel é a esperança,

com força, coragem e fé podemos alcançá-la.

Esperemos que o vírus morda o anzol,

Para que os nossos dias possam voltar a brilhar como o sol.


Gabriel Mendes, 7° ano, Berna

image-10481915-9-Liberdade_Romont14-c9f0f.w640.PNG

Tag cloud

18-de-maio 1°-ciclo 20018-19 2018 2018-19 2019 2019-2020 2020 2020-2021 21-de-março 24-de-abril-de-1974 25-de-abril-de-1974 29-de-maio 2edição 31-de-maio 39-edição 3°-ciclo 40 4°-ano 5-de-outubro 5-e-6-anos 5-sentidos 7-de-abril 90-anos a-voz-do-mar a1 a2 aconselhamento-profissional advento albertina-lopes aldeia-de-saint-saphorin alimentação alto-douro altstätten altstetten alunos amália-rodrigues amélia-pessoa ana-lúcia-barroso andrea-alexandre angola antigamente arbon arte artista as-leituras-de-mariana atividade atividades atrapalharte Álvaro-oliveira Área-consular-de-zurique b1 baar bad-ragaz basel basileia bárbara-almeida bárbara-santos bern berna biblioteca-multicultural biel-bienne bischofszell biz-urdorf bläsi boas-festas bolsa brincadeiras brinquedos brugg buchlern bussigny camões camões-em-rede camões-ip candidatura carla-azevedo carla-isabel-da-silva-carneiro carmen-bulas carnaval carta casa-da-música casa-típica catarina-correia cátia-cavaco-salgueiro cândida-e-agostinho-mendes círculo-de-europa cecília-froidevaux celerina centenário centro-de-estudos-lusófonos cepe cepe-suíça cerimónia certificação cheseaux chur ciência cil-2019 cindy-santos cláudia-cunha cláudia-pereira co-cayla co-golette colaboração collège-de-leurope collège-du-village comemorações comunidades-estrangeiras comunidades-portuguesas conceição-santos concerto concurso concurso-escrita-criativa concurso-internacional-leitura concurso-local concurso-uma-aventura conferência confinamento construir contar-histórias conthey conto contos contos-de-natal coordenação coordenadora-lurdes-gonçalves cores coronavírus corpo-docente corpo-são covid-19 cristina-fonseca cristina-pereira cultura cultura-portuguesa cursos-lcp cycle-dorientation d-maria-ii da-minha-janela-vejo davos döttingen dübendorf des-grandes-communes desenho dia-da-criança dia-da-língua-portuguesa dia-das-bruxas dia-de-portugal dia-europeu-das-línguas dia-mundial-da-alimentação dia-mundial-da-poesia dia-mundial-da-saúde dia-mundial-do-ambiente dia-mundial-língua-portuguesa diário-de-aveiro digressão dinamização-de-histórias distanciamento-social divulgação doutora-nazaré-torrão dramatização eclubens elisa-monteiro elisabete-moreira em-casa-com-a-poesia emigrantes encarregados-de-educação encontros-com-a-literatura ennenda ensino-básico ensino-secudário ensino-superior entrega-certificados ep-europe ep-palettes epe epe-suíça escaninho escolas-fecham escolas-portuguesas escrever escrita escrita-criativa escritora estrangeiro estrela exames-proficiência expoculturalusa exposição-online exposições família feira-do-livro fernanda-ricardo ferreira-de-castro festival-literário finalistas flims formação frauenfeld fundação-gulbenkian genebra gland globlivres gossau gosto-pela-leitura gr gratidão grône hardau helena-freitas helena-novais henrique-estevinho hep-bejune herisau histórias humor ic iii-jornadas ilustração imagens imigração implantação-da-república independência inscrições institudo-camões instituto-politécnico-bragança intercâmbio interpretação inverno isabel-pereira isolamento jornadas-epe-suíça jornadas-plurais jornal jornal-valais jovens jovens-dos-12-aos-19-anos kamishibai la-chaux-de-fonds lausanne lavaux língua língua-materna língua-portuguesa línguas lcp le-mini-mag leitura lenda lendas lenzerheide ler ler-mais liberdade liechtenstein lina-rodrigues lincool lingua-de-herança lingua-e-cultura-portuguesas lisboa literacia-plurilingue literatura literatura-juvenil livro-digital livro-favorito londres lucerna lusodescentes luzern madeira magusto maio mandamentos manual marília-taveira maria-da-luz-silva maria-de-lurdes-gonçalves maria-inês-almeida maria-velho-da-costa mariana-mendes marin música mühlerama mediaação mediação-intercultural mediação-linguística mente-sã modalidade-de-texto-original modalidade-desenho monthey moudon multilingue museu-de-fotografia-de-vevey museu-do-pão museu-olímpico nascimento natal natureza nazaré-torrão não-há-aulas nechâtel neve newsletter nicole-matias novo-coronavírus-2019 novo-prazo nutrição nutricionista nyon oceanário oficinas olimpíadas-língua-portuguesa olp on online ornélia-jorge ouvir pais palavra-favorita parlamento-dos-jovens partilhar patrícia-rodrigues-matias património paula-queiroz paula-rodrigues paula-santos páscoa pão-por-deus pérolles peddy-paper planeta-terra plh pnl poesia poesia-concreta politécnico poluição pontresina porta-27 porto portugal portugal-open portugal-open-19 português praça-da-alegria prémio prilly primeiro-ciclo professores quarentena raquel-rocha reciclagem recomendações reflexão regensdorf regras regulamento renens renovações reportagem representação revista revolução-dos-cravos riddes riedtli rima rita-jerónimo rita-vilela rolle romanshorn romont rorschach rorschacherberg s-martinho saúde saillon sankt-gallen santos-populares sarnen saudável sábado são-valentim sílvia-coelho símbolos sónia-melo schwamendingen secretário-de-estado segundo-ciclo semana-2 semana-3 semana-5 semana-6 semana-da-língua-portuguesa semana-da-leitura seminário-diplomático sessão-informativa setembro sg solidariedade st-gallen st-johann stägenbuck storytelling suíça sugestões teatro teletrabalho teresa-küffer teresa-silva textos thusis tiefenbrunnen trabalhos tradição tropo turismo universidade universidade-de-genebra vaduz valais valais-em-português vallorbe vídeos vencedores ver verão vergílio-ferreira vieux-collège villars-sur-glâne villars-vert visita-de-estudo visp visual votos wallisellen workshop-de-leitura-online yverdon-les-bain zermatt zh zollikon