•  
  •  

Entre nós


Antes do aparecimento da escrita, a comunicação acontecia através da fala e dos gestos. O ato de
escrever surgiu, primeiramente, da necessidade do Homem em controlar o ambiente em que vivia,
evoluindo depois para uma dimensão mais pessoal e afetiva. Esta forma de comunicar possibilitou uma
maior consciência sobre os factos, permitiu a organização do pensamento e a agilização dos
processos.
Hoje, a escrita não só mantém as dimensões de outros tempos como as ampliou. A par com o saber ler, saber escrever é uma necessidade de todos e uma porta aberta para o conhecimento, para a reflexão, para o mundo. Mas a escrita não é apenas a transmissão pura da mensagem é também um ato de amor, de
entrega e de partilha.
Nesta 2.ª edição da Entre Nós, abrimos a porta do nosso mundo. Partilhamos, especialmente por meio da
escrita, parte do trabalho desenvolvido, das experiências e vivências que desenvolvemos ao longo
do segundo semestre deste ano letivo. Entre outros temas, falamos da mulher e de mulheres, da história e
da liberdade, da importância da imigração e de diferentes formas de discriminação, de música e de
artes plásticas, de lugares e de sabores… 
E, porque este não é apenas um projeto meu e dos alunos, é um projeto nosso, aberto à participação de
todos os que fazem parte da comunidade educativa, apresentamos ainda testemunhos, pensamentos e
reflexões de avós, de pais e de mães dos alunos de Língua e Cultura de Herança (LCH) de Nyon.

Professora Teresa Silva